• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Entrevistas
  • /
  • Desafio
  • /
  • Contato
  • Entrevista - Natalia Moreno

    Olá meus amores!
    Começamos a semana com mais uma entrevista.
    E hoje eu vou apresentar a escritora Natalia Moreno.



    1. Conte-nos quem é a Natalia Moreno.

    R: Natalia Moreno é uma capricorniana que odeia coisas fora do lugar (o marido pode confirmar). Adora fazer lista, observar as pessoas, cuidar das plantas, dos animais (se pudesse adotava todos os animais de rua), sonhadora e ao mesmo tempo realista. Queria ser uma rockstar, mas falta afinação hahaha. Tem medo de passarinho e adora borboleta. Prefere o calor ou as tardes de outono. Adora viajar e conhecer novas culturas.

    2. Como você descobriu que queria ser escritora.

    R: Sempre gostei de ouvir histórias das minhas avós e da minha mãe. Um dia decidi escrever as minhas. Demorei muito para mostrar meus textos para outras pessoas e quando mostrei o incentivo em seguir em frente me deram coragem para tentar seguir como escritora. Até agora parece que está dando certo!

    3. Além de escritora você tem outra profissão? Se sim, conte-nos como concilia os dois.

    R: Sou formada em Paisagismo, mas escolhi cuidar só das minhas plantinhas. Também sou formada em Letras e pós graduada em Literatura Inglesa, as letras fazem parte da minha vida! Adoro lecionar, adoro meus alunos. Posso dizer com certeza que eu não trabalho, eu escolhi fazer o que eu gosto!
    Tento dividir meu dia para conciliar as duas coisas. Leciono de manhã, escrevo a tarde e a noite cuido do marido e da cachorra! É lógico que nem sempre dá para seguir assim. Tem dias que a inspiração vem a noite, no fim de semana ou a cachorra destrói alguma coisa e eu tenho que dar atenção à ela e tem a casa. Tem louça, comida, roupa, contas... Eu me viro e essa loucura de estar sempre ativa me fascina!! De verdade. Eu odeio ficar sem fazer nada, eu necessito estar ocupada em algo.

    4. O seu livro Quando eu me amar fala sobre autoestima. Por que você quis abordar este tema?

    R: Quando eu comecei a escrever Quando eu me amar eu não sabia que caminho a história tomaria. Primeiramente, eu quis falar sobre um triângulo amoroso bobo mas depois a Sofia tomou vida própria e mudou a história que eu tinha em mente. Acabei refletindo na história um pouco de cada pessoa que tive contato na minha adolescência e até em mim mesma. E o resultado foi ótimo, tive bastante retorno de adolescentes que se viram na história e decidiram se amarem primeiro.

    5. Seu mais novo livro Marcas da Vida foi publicado pela Editora Novo Século, no selo Talentos da Literatura Brasileira. Como foi publicar por uma grande Editora?

    R: Foi e está sendo uma experiência bem diferente. Consegui alcançar um público bem maior, tive prazos bem apertados para cumprir. Até agora está sendo positivo. Ficou bem claro, infelizmente, que uma editora grande faz uma boa diferença na aceitação de alguns leitores. Parece que livros independentes não são bons os suficientes até serem aceitos por grandes editoras.

    6. Como você cria os personagens. Se inspira em pessoas reais ou as cria do zero?

    R: Geralmente crio os personagens observando os outros. Um gesto, uma atitude e tcharam: vem a inspiração para a criação.

    7. Você acha que o mercado literário está mais aberto para os escritores Nacionais?

    R: Acredito que sim. Os escritores Nacionais ainda não tem a mesma oportunidade nas prateleiras das livrarias quanto os internacionais, mas já há uma abertura maior e uma divulgação melhor, mas que ainda pode melhorar e muito!! ,

    8. Você é uma leitora assídua ou ler esporadicamente? Qual tipo de livros gosta de ler?

    R: Confesso que já li muito mais. Eu era conhecida como a menina dos livros na escola, toda semana eu estava com um livro novo. Era fã de carteirinha da biblioteca municipal. Hoje tento dividir meu tempo com o trabalho, casa e a leitura. Tento ler um pouco todo dia. Adoro um bom romance, um drama, às vezes me arrisco em um suspense. Só não sou muito fã da fantasia, essas coisas de vampiros vegetarianos, lobos amigos, cavalos que voam, passagens para outros mundos não me cativa muito. É claro que há exceções: Harry Potter, As Brumas de Avalon e a trilogia A bússola de ouro foram histórias que me cativaram do início ao fim (no caso de Harry Potter eu não li, mas os filmes me chamaram bastante a atenção então me arrisco a dizer que o livro deve ser muito bom!)

    9. Quais os seus projetos para esse ano? Será que tem mais algum livro em andamento?

    R: Primeiro quero divulgar melhor Marcas da Vida, estou esperando a resposta da editora sobre a minha participação na Bienal do Livro em São Paulo. Já tenho um livro pronto e outro em andamento e mais um montão de ideias que precisam amadurecer. Quem sabe no fim de ano ou ano que vem!

    10. Quero agradecer por conceder essa entrevista para o blog. E pedir que deixe uma mensagem para os seguidores.

    R: Eu que agradeço pelo espaço e por todo o apoio! Aos seguidores: obrigada por lerem até aqui, significa que vocês se interessaram. Sigam seus sonhos, tenham fé em seus combates e acreditem. Acreditem que vocês conseguem chegar onde querem, talvez não no momento desejado, mas chegarão.


    Esses são os livros da escritora:









    Resenha de Quando Eu Me Amar (AQUI)

    Marcas da Vida será resenhado em breve.











    Espero que tenham gostado da entrevista.
    Beijinhos!





    7 comentários :

    1. Tenho algo em comum com ela, também odeio coisas fora do lugar, rsrs, minhas filhas sabem muuuito bem disto. Ah, outra coisa, também não sou chegada em fantasia...
      A capa de Marcas da Vida está muito bonita, tenho certeza de que será um sucesso. Desejo tudo de melhor a ela e suas obras!!!

      Bj, Van - Retrô Books
      http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    2. Obrigada pelo espaço Suelen!! Bjoks

      ResponderExcluir
    3. Muito legal a entrevista, a escritora foi bem generosa nas respostas e adorei conhecê-la, ainda não tinha visto nada sobre os livros dela. =/
      Mas agora sabendo e com essas capas tão lindas vou querer muito lê-los.
      Obrigada por partilhar, Suelen!
      Beijos!
      Vivi

      ResponderExcluir
    4. Oii!

      Não conhecia a autora, mas achei ela muito simpática!
      Os livros parecem ser ótimos e com certeza irei conferir as resenhas!

      Beijos, Amanda
      www.vicio-de-leitura.com

      ResponderExcluir
    5. Oi Suelen,
      Parabéns pela entrevista. Adorei conhecer a autora!
      beijos

      ResponderExcluir
    6. Oiee ^^
      Os livros da Natália parecem ser ótimos! Morro de vontade de comprá-los, mas parei de comprar livros *-* Espero que a Natalia vá a bienal, quero conhecê-la ♥ Se eu pudesse, também adotaria todos os animais da rua *-*
      MilkMilks ♥

      ResponderExcluir
    7. Oi, Suelen
      Ainda não conhecia o livro da Natalia. Concordo com ela que muitas vezes se há uma maior aceitação dos leitores, dependendo da editora. É uma forma de "ficarem mais conhecidos" digamos assim.
      Desejo sucesso para ela.

      ResponderExcluir

    Olá! Comente sobre o post acima :)
    Estou muito grata por você visitar o Era uma vez o... Livro
    Volte sempre! :D