• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Entrevistas
  • /
  • Desafio
  • /
  • Contato
  • [RESENHA] Nano-Mortais - A Tecnologia do Inferno de Acácio Brites

    Resenha por: Suelen Fernandes
    Título: Nano-Mortais - A Tecnologia do Inferno
    Autor(a): Acácio Brites
    Editora: Coerência
    Gênero: Ficção científica / Literatura Nacional
    Páginas: 270
    Ano: 2016
    Adicione: Skoob
    Nota
    Sinopse: Estamos em 2025
    No auge da Era Tecnológica, um renomado médico cientista chamado Nikolai Engerhoff é descobridor e aperfeiçoador da Nanotecnologia, uma tecnologia inovadora capaz de curar qualquer doença já diagnosticada. Pelo menos, esse era o plano inicial!
    Após os primeiros testes em seres humanos terem sido bem-sucedidos, os pacientes da Nanotecnologia começaram a desenvolver certos efeitos colaterais: raiva, ódio, violência e instintos selvagens. Tais sintomas não sumiam nem mesmo depois que os pacientes morriam. Eles começaram a desenvolver um surto psicótico, prontos para matar, espalhando a nomeada "Praga Nano" por todo o Planeta.
    Essa praga viral começou a se espalhar pelo mundo, afetando a vida de bilhões de pessoas, inclusive a do famoso e recém-aposentado jogador de futebol Scott McConnell.
    Será que Scott conseguirá sobreviver a essa guerra do futuro? Ele salvará a vida de seu filho e das pessoas que ama?


    Estamos em 2025, onde a tecnologia está em alto. Tudo na vida do ser humano é baseada nela, mas ainda existem doenças que não podem ser curadas e pessoas morrem por causa disso. Só que um cientistas vem com uma novidade. Nikolai Engerhoff apresenta ao mundo a Nanotecnologia. Ele diz que ela irá curar todas as doenças e que vai ajudar muitas pessoas.

    - Somente uma gota da tecnologia nano há mais de 18 bilhões de nano-robôs, que conseguem copiar e se adaptar a qualquer parte do corpo humano, sem nenhum tipo de efeito colateral. Ema apenas alguns dias os nano-robôs podem dobrar o número de células vermelhas no corpo de uma pessoa. Se transformar e substituir um órgão ou combater vírus, bactérias e outros microorganismos danosos à saúde. - à medida que o médico falava ele me observava para ver se estava atento ao que me dizia. - Em outras palavras... É a resposta para todos os problemas em hospitais.

    A população se anima e os testes começam a ser feitos em seres humanos, mas começa a surgir vários casos do pessoas agressivas surtando no meio da rua, aparentemente sem razão. Isso se torna uma caos para polícia e a partir daí o mundo que nós conhecemos não existe mais. A Nano tecnologia se torna do mau e mata todos os hospedeiros, os tornando Zumbis, mas se você está pensando que é qualquer tipo de zumbi está muito enganado. Eles são inteligentes e tem objetivos. Não matam só pela carne humano, o propósito deles vai muito além disso.

    O livro é contado pela perspectiva de Scott, um ex-jogador de futebol americano. Ele se aposentou após uma lesão grave no joelho. Um dia ele estava dirigindo seu carro quando sofre uma acidente e vai parar no hospital. Lá ele é abordado por Nikolai, o médico queria que ele fosse a primeira experiência da Nanotecnologia, mas o jogador se recusa e isso deixa o médico muito furioso.


    Em menos de uma semana Scott volta ao mesmo hospital, agora seu filho e um amiguinho do filho precisam de atenção, mas ao chegar ao hospital vê que está super lotado e alguma coisa de ruim está acontecendo. Ele é chamado pelo sócio de Nikolai para ma nova conversa, mas Scott é incisivo em dizer que não quer participar da experiência e ao voltar para o quarto dos meninos se depara com o quarto vazio e ao correr para procurar é atacado e desmaia. Quando acorda dois dias depois vê um hospital abandonado e conhece um mundo destruído e sem vida.

    Gente eu confesso que nunca tinha lido um livro desse gênero. Sempre falei que não gostava de ler livros com Zumbi, amo o seriado The Walking Dead, mas achava que ler já era outra história. Confesso que mordi a língua, eu fiquei tão envolvida com o livro que não consegui parar de ler. Todos os tempos vagos que tinha ficava agarrada a ele. O Acácio conseguiu dar uma cara nova aos Zumbis, agora eles são inteligentes e bem organizados e isso que é o diferencial nesse livro.

    Além de Scott, temos uma jornalista chamada Natasha que vai ser sua companheira nessa jornada, ela é sagaz e o ajuda a desvendar todas as charadas. Ela tem convicções bem fortes e mesmo com o mundo nesse caos ela não as abandona e vai até o fim com elas. Nasce um romance entre eles e é lindo de se vê, mas esse não é o foco do livro. Então as cenas são bem esporádicas.

    - Natasha, eu nunca  pedi que abrisse mão de alguma coisa para ficar comigo. - disse, em tom sereno. - Me apaixonei por você do jeito que é. E isso foi como me resgatar do abismo.

    O livro ainda conta com vários personagens, um grupo de militares aparece para resgatar sobreviventes e se juntam a Scott e Natasha. Eles vão ajudar e muito a combater esses monstros. Não conhecemos tão profundamente a cada um, mas dá pra ver que são gente boa e que está ali com o único objetivo de salvar vidas.


    A história é cheia de pegadinhas, onde o leitor tem que decifrar as pistas. Confesso que eu sou uma negação para isso e sempre era pega de surpresa. Parecia que eu estava vendo um filme ou seriado, pois ia lendo e imaginando as cenas. Os personagens correndo, matando os zumbis, montando estratégias, os cenários, tudo a minha imaginação criava e eu amo livros que me instigam a imaginar e criar as cenas na minha cabeça.

    A capa do livro é linda e depois que eu li vi que nela contem informações importantes que acontecem na história. A diagramação está linda e muito bem elaborada. As folhas são amareladas, a fonte está do tamanho certo. Houve alguns erros de revisão, mas nada que atrapalhe a história.

    Recomendo a todos que amam história apocaliptísticas e que procuram um livro inovador que vai te envolver e te deixar a flor da pele.

    Beijinhos!


    14 comentários :

    1. Nossa, como eu não conhecia esse livro? 😊
      Adoro livros, filmes, séries e tudo o que trás zumbis....

      Com certeza vou atrás desse livro pois adorei a premissa e amei a sua resenha! ☺

      💓 Bjs 😀

      ResponderExcluir
    2. Olá minha linda,

      Primeiro parabéns pela resenha maravilhosa.
      Segundo sou muito apaixonada pela temática da Nanotecnologia e por isso gostei tanto da série Orphan Black que trabalha nessa linha de temática.
      Agora fiquei com medo dessa loucura de efeitos colaterais que fiquei até na expectativa de saber como vão lidar com essas falhas inesperadas.

      Beijos!

      ResponderExcluir
    3. Olá
      Sua resenha está muito boa, mas o tema não é um dos meus preferidos.
      Mas ficarei de olho em outros livros que o autor publicar.
      Gostei das suas fotos :D
      bjss

      ResponderExcluir
    4. Que bom que a literatura brasileira está se diversificando, que venham mais livros de ficção científica e outros temas que tanto importamos! Tomara que essa Suelen Fernandes faça muito sucesso, e se torne a nova Eduardo Spohr, para incentivar o surgimento de novos autores de outros gêneros.

      ResponderExcluir
    5. Olá,
      Tenho uma opinião parecida com a que vc tinha. Adoro a série Walking Dead, mas não me interesso por ler algo que tenha zumbi.
      O que gostei do que vc mostrou é que o autor trouxe algo novo para o universo de Zumbi, esse lance da nanotecnologia foi bem legal.
      O que me deixou com um pé atrás foi a ambientação no EUA, ficaria muito mais interessado se a história ocorresse no Brasil.
      Parabéns pela resenha, ficou muito boa

      ResponderExcluir
    6. Sou super viciada em histórias com zumbis e também sou mega louca por TWD (louca para começar a nova temporada). Eu já conhecia esse livro mas ele não me desperta grande interesse em realizar a leitura, achei legal suas impressões e que você tenha gostado da leitura.

      ResponderExcluir
    7. Olá!

      Não gosto de histórias com zumbis, então dificilmente eu o leria. Primeira resenha de livro da Coerência que leio e a editora parece que veio com tudo pra divulgar a literatura nacional!

      ResponderExcluir
    8. Oi,
      Amo histórias apocaliptíticas, esse livro parece ter tudo para deixar o leitor morrendo de curiosidade e medo também! Rsrs
      Obs: Parabéns pelas linda fotos na resenha!
      Bjs!
      Fadas Literárias

      ResponderExcluir
    9. Oie!
      Adoro livros de mistérios e cheios de pegadinhas como vc disse ser esse, entretanto... não gosto nada de histórias apocalípticas então eu acho que definitivamente esse livro não é pra mim.

      beijos
      Mayara
      Livros & Tal

      ResponderExcluir
    10. Olá,
      Nunca li um livro sobre zumbis, mas achei a premissa desse bem interessante, e ao ler a sua resenha fiquei ainda mais curiosa para saber mais sobre o livro. Parabéns pela resenha, está maravilhosa. =)

      Beijos

      ResponderExcluir
    11. Oi,
      Eu não conhecia o livro, mas gostei bastante da premissa. Amoooo história que me faz viajar, imaginar o que vem pela frente e vi que você sentiu isso lendo. Dica anotada.
      Beijos

      ResponderExcluir
    12. oi,
      Adorei a sua resenha, e além de abordar o assunto da Nanotecnologia é um dos assuntos relevantes. Fico imaginando esses zumbis muito mais inteligentes e organizados,o imenso caos gerado , realmente uma leitura difícil de largar.
      Obrigada pela dica. Bjs!
      Muitos Livros e Sucesso!

      booksmagiclove.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
    13. Olá Suelen!!!
      Olha eu não sou lá muito fã de livros com zumbis, só li um que era releitura de um clássico que amava.
      Juro que nunca assisti The Waking Dead e zumbis pra mim curto mais nos games e nos filmes de Resident.
      O livro tem uma capa maravilhosa e o tema de envolver tecnologia com experimentos que é para ajudar a população, mas acaba transformando as pessoas em zumbis é uma ideia genial.
      É uma leitura boa para os fãs do gênero, no meu caso irei passar mas não digo que nunca irei ler pois quem sabe né??

      lereliterario.blogspo.com

      ResponderExcluir
    14. Me arrepiou só de ver essa capa. Eu não sou uma grande leitora desse tipo de gênero. Eu gosto de romance.

      http://laoliphant.com.br/

      ResponderExcluir

    Olá! Comente sobre o post acima :)
    Estou muito grata por você visitar o Era uma vez o... Livro
    Volte sempre! :D