• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Entrevistas
  • /
  • Desafio
  • /
  • Contato
  • [RESENHA] Sob os Olhos de Um Anjo de Célio Vieira

    Resenha por: Suelen Fernandes
    Título: Sob os Olhos de Um Anjo
    Autor(a): Célio Vieira
    Editora: Coerência
    Gênero: Jovem Adulto / Romance / Literatura Nacional
    Páginas: 192
    Ano: 2016
    Adicione: Skoob
    Nota
    Sinopse: Clarice e João Pedro são amigos desde a infância. Aos catorze anos, o que era apenas amizade se transforma num sentimento mais intenso e, apaixonados, eles decidem namorar. Tudo segue muito bem. Clarice é a princesa de João, e ele é seu príncipe encantado. Contudo, aos dezenove anos, João Pedro começa a trabalhar na empresa do pai, onde faz novas amizades e se deixa influenciar de tal modo, que passa a sair para curtir com os amigos, deixando Clarice de lado.

    Clarice e João Pedro nasceram no mesmo dia, quase na mesma hora. Seus pais moravam perto e por isso eles passaram a ser grandes amigos. Tudo eles faziam juntos, um sabia o que o outro sentia, sabiam suas manias e seus gostos. Conforme foram crescendo foi nascendo um amor diferente. Aos 15 anos João Pedro se declarou para Clarice e eles passaram a namorar escondidos.

    Os 19 anos Clarice e João Pedro já estavam a 4 anos juntos, mas ninguém da família sabia do relacionamento. João Pedro começou a ficar diferente, não dava mais atenção para Clarice, fez uns amigos na fábrica do pai, passou a ir para baladas e a beber. Isso passou a desagradar os seus pais e a Clarice também. Um dia Clarice foi questionar o porque de João Pedro ter mudado e ele foi rude com ela e assim o relacionamento dos dois terminou.


    Clarice fica arrasada com tudo e passa um bom tempo sofrendo. Quem a ajuda nesse fase é Fabi a sua melhor amiga. Mas como tudo pode piorar Clarice descobre que está grávida e por isso teve que contar do seu relacionamento para os pais e contar que vai ter um filho. Seu pai a acolhe de imediato, mas sua mãe fica transtornada, briga e depois sede ao amor pela filha e aceita seu neto(a) que está por vir.

    Durante os exames de rotina Clarice descobre que terá um menino, mas que ele tem Síndrome de Down. Isso a assusta muito e ela fica com medo de como será a vida do seu filho. Por isso durante a gestação ela pesquisa tudo que pode sobre a doença e como vai poder ajudar o seu menino. Mas isso é só o começo de uma linda e emocionante história.

    — Estou com medo, mãe. Será que eu vou ser capaz de cuidar e de proteger o meu filho dessas pessoas tão preconceituosas? — Diz ela soluçando.
    — Sabe o que é doutor? Desde quando essa hipótese foi levantada, eu venho pesquisando muito sobre o assunto e percebi o quanto é normal conviver com um portador de síndrome de Down, o quanto eles são seres iluminados. Meu filho será muito amado e terá tudo que uma criança sem a síndrome tem, pois ele será uma pessoa como todos nós. Eu já o amo tanto, que não queria mais que ele viesse diferente. 

    Clarice é uma menina-mulher, tem bom coração e é uma pessoa responsável. Ela ama sua família e se mostra uma mãe exemplar. Me apaixonei por ela logo de cara. Ela é uma guerreira e luta pelo seu filho com unhas e dentes. Além de ser um exemplo de bom ser humano e uma alma caridosa.

    Durante a história Clarice conhece Gabriel, um menino que vende bala numa praça e que tem uma mãe doente. Ela se achega ao menino e tenta ajudá-lo de todas as formas. Dessa aproximação nasce um amor e Clarice cuida de Gabriel como se fosse um filho. Gabriel ama Miguel como irmão e o ajuda em tudo que pode. Ele é menino de ouro. Um sobrevivente no mundo dos desfavorecidos. Fiquei tão encantada com a atitude de Clarice, ela não o rejeito e ainda o ajudou com suas necessidades e deu amor a uma pessoa que precisava, mas um exemplo do bom coração que ela tem.

    — Não ligue para essas pessoas. Um dia, a vida mostra a elas o quanto é importante ajudar o próximo, nem que seja tirar um tempinho para conversar, saber o que se passa com a pessoa, por que ela está nessa situação. Mas vamos lá comer algo, por que deve estar com fome, né?

    Outros personagens que me encantaram nesse livro foi Diego um rapaz que vendo a atitude de Clarice com Gabriel se apaixona logo de cara por ela e passa a ser seu grande amigo. Ele é 7 anos mais velho que ela, mas vê que mesmo nova Clarice é madura e responsável. Dessa amizade nasce um grande amor. Dona Isabel e seu Paulo, pais da Clarice, são exemplo de humildade e de bom caráter. Eles tem uma situação financeira boa, mas isso não impede de ajudar o próximo, são exemplo de pais amorosos e que educaram Clarice com todo respeito e ensinaram que ela deve amar o próximo.

    Toda história tem aqueles personagens que nos dão nos nervos. Nesse livro os que me chatearam são João Pedro e Cristine sua mãe. João se mostrou uma pessoa imatura e muito influenciável, alguém que não se pode confiar. Não gostei nem um pouco dele e achei muito bom a Clarice ter se livrado dele. Cristine é aquela típica pessoa arrogante, movida pelo dinheiro. Tinha vergonha do neto e falava várias barbaridades sobre ele. Que mulherzinha nojenta. Mas a vida dá voltas!
    — Nem me lembre que aquilo lá é meu neto. E por favor, evite ficar comentando sobre isso com os vizinhos, senão, daqui a pouco eu vou virar motivo de chacota.
    O livro é cheio de mensagens maravilhosas, nele vemos que com amor a gente consegue superar as dificuldades. Conhecemos o lado de uma pessoa deficiente, não é fácil, mas nem por isso vamos destrata-los. Eles são pessoas comuns, que precisam de atenção e muito carinho. O preconceito existe na mente das pessoas, mas ele deve ser extinto. Temos que amar o próximo sobre todas as coisas. Devemos sempre estender a mão a quem precisa, se cada um fizer a sua parte o mundo vai ser bem melhor.

    Miguel realmente é um anjo que veio para alegrar a vida de todos. Mesmo com a deficiência ele é um menino ativo, adorável e que ama sua mãe e todos da sua família. Nele vemos a ingenuidade e como a vida pode ser vista pelo olhos de uma criança que só quer amar e ser amado.

    Ao terminar de ler o livro fiz uma auto-analise e vi que preciso melhorar e muito com o meu comportamento sobre o meu próximo. Está faltando amor na humanidade, por isso o mundo está esse caos. Vi que as pessoas com síndrome de Down são pessoas iluminadas e que podem fazer o que quiser desde que seja estimulada de forma correta. Percebi que muita coisa tem que ser mudada a minha volta e na minha vida também.

    E o que dizer do final desse livro? Foi a coisa mais linda e emocionante. O autor soube fechar a história com chave de ouro. Nenhuma ponta ficou solta e todos os personagens teve o seu final.

    A capa do livro é linda e nos mostra o grau de emoção que o livro nos passa. A diagramação é bem elaborada e combina totalmente com o tema da história. As folhas são amareladas, a fonte é do tamanho certo para leitura. Vi alguns erros de ortografia, mas nada que atrapalhe na leitura. O livro é narrado em primeiro pessoa na visão da Clarice.

    Recomendo esse livro a todos que amam histórias emocionantes, que abordem temas importantes, que tenham personagens incríveis e que vai te deixar com lágrimas nos olhos.

    Beijinhos!


    8 comentários :

    1. Que resenha linda. Amei muito.
      Obrigado pelo carinho, fico feliz por ter gostado

      ResponderExcluir
    2. Olá,
      Desconhecia a obra e fiquei contente que tive essa oportunidade.
      A premissa do livro é incrível. Ainda não li nenhum livro que tive personagem com deficiência e isso me comove um pouco.
      Adoro livros que trazem esse mensagem de que com muito amor tudo pode ser resolvido e fiquei intrigada para ler.

      http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    3. Oi, não conhecia o livro e nem a autora e lendo a sinopse do livro, eu não leria, mas lendo sua resenha, eu vi que a historia é muito mais que um romance entre dois amigos, que fala sobre amadurecimento, conhecimento, confiança, companheirismo, ajuda, e o crescimento da Clarisse e como ela muda com as circunstancias que a vida lhe proporciona. Achei a historia do livro linda e já anotei a dica para lê-lo em breve.
      bjus

      ResponderExcluir
    4. Oi Suh,
      Que linda a sua resenha! Esse livro parece ser bem tocante mesmo, daqueles que fazem a gente ficar pensando por um bom tempo. Vou procurar para ler.
      Obrigada pela dica!
      beijos

      ResponderExcluir
    5. Olá!
      Achei esse livro maravilhoso. Adorei a maneira que abordaram a Síndrome de Down, é realmente muito importante tirar esse preconceito que temos em cima dela. Achei a história muito emocionante, e pude ver que João Pedro é bem desprezível mesmo, graças a Deus Clarice arranja alguém melhor, mas, infelizmente, ele ainda é o pai da criança. Vou adicionar esse livro na minha lista de leituras.
      Beijos.
      https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com

      ResponderExcluir
    6. Oi, tudo bem?
      Apesar do livro ter mensagens bonitas e o enredo ser bem legal, eu não leria o livro, não é um gênero que eu aprecie muito.
      Bjs

      ResponderExcluir
    7. Oi Suellen, nossa adorei a premissa do livro e fiquei com muita vontade de ler. Achei bacana abordar também o síndrome de down e o amor de uma mãe para seu filho e para Gabriel também. Deve ser uma história emocionante.
      Bj

      ResponderExcluir
    8. Pessoal me adicionem no face, Célio Vieira, quem tiver interesse em adquirir o livro é so me chamar inbox

      ResponderExcluir

    Olá! Comente sobre o post acima :)
    Estou muito grata por você visitar o Era uma vez o... Livro
    Volte sempre! :D