• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Entrevistas
  • /
  • Desafio
  • /
  • Contato
  • [RESENHA] Descobrindo o que é Amar - Trilogia Amar #2 de Shírley Murphy

    Resenha por: Suelen Fernandes
    Título: Descobrindo o que é Amar
    Autor(a): Shírley Murphy
    Editora: Independente
    Gênero: Romance / Literatura Nacional
    Páginas: 410
    Ano: 2016
    Compre: Amazon
    Adicione: Skoob
    Nota
    Sinopse: Imperfeição. Talvez essa fosse a palavra que melhor o poderia definir.
    Um músico de grande talento e também grandes e destruidores segredos.
    O mais inimaginável àquela altura de sua vida louca, seria encontrar uma mulher que o fizesse mudar absolutamente todos os seus planos de uma vida largada. Mas ao ver naquela menina sorridente, nervosinha e cheia de conceitos sobre certo e errado, a chance que esperava de realizar seu maior sonho, ele precisava dar o braço a torcer.
    Uma cantora perfeita, uma nova banda, uma história de amor inesperada. Uma garota pacata e um homem decidido a transformá-la e tê-la em suas mãos, sem saber que ela também teria o poder de transformar seu coração.
    Não é fácil entender o amor se ele sempre chega quebrando todas as portas.
    Seriam os dois capazes de abrir mão de suas certezas para juntos descobrirem o que é amar de verdade?

    Mário e Amélia se conheceram de uma forma inesperada. Ela é enfermeira e em um dos seus turnos foi sequestrada por Mário e seus amigos. A princípio ela ficou com medo, mas depois viu que todos eram do bem e só queriam ajudar um dos amigos que estava internado no hospital. Depois desse episódio inusitado nasceu uma amizade entre eles dois.

    Mário é um típico mulherengo e ele assume para todos que é assim. Todas as mulheres que ficam com ele sabe que não terão compromisso. Mário ama música e seu sonho é montar uma banda, mas ele nunca consegue concretizar o seu sonho, apesar de ter dinheiro suficiente para isso. Sua vida sempre foi regrada de segredos e muito dor. Além disso ele sofria de uma forte depressão e não tinha amor a sua vida.


    Amélia é uma batalhadora, trabalha como enfermeira e tinha o sonho de fazer faculdade de medicina, mas sem condições investiu em outra carreira. Faz vários plantões para ajudar em casa, pois seu pai é alcoólatra e as vezes gasta o dinheiro todo em bebida. Ela tem princípios é a típica certinha. Uma menina adorável com uma voz linda. Canta na igreja e em casamentos. Assim que ela conhece Mário ela sente uma coisa diferente, mas vê que não pode dar confiança pois ele não é flor que se cheire.

    — Você não vê? Algumas mulheres se arruma e maquiam para seduzir, outras fazem isso naturalmente, com seu jeito, seus gestos, sua atitude, sua voz, seu sorriso, tudo, tudo. Você é uma dessas, Loirinha, naturalmente sedutora, apenas ainda não sabe como usar esse poder, é uma menina ainda.

    Depois de se conhecerem eles ficam amigos, mas da amizade nasce uma atração. Mas Amélia não ia dar mole para Mário, ele tenta ficar com ela várias vezes, só que amélia faz jogo duro. Confesso que assim que conheci Mário fiquei com um pouco de raiva dele. Ele era muito descarado e falava o que pensava, no caso de Amélia ele queria ficar com ela, mas sem nenhum compromisso. As brincadeiras dele me irritavam, mas depois descobri que esse era o jeito dele e acabei aceitando.

    — Eu sou feliz Amélia, apenas carrego marcas de grandes perdas.
    — Você menti para si mesmo. A tatuagem nas suas costas, uma asa quebrada, isso é muito triste. Você só consegue expressar sua dor assim, através da música e marcando ela em seu corpo.

    No livro inteiro eles brigam, o casal descorda de tudo. Olha isso me dava nos nervos, um queria uma coisa e outra falava que não queria. Cada um agia a sua maneiro e isso atrapalhou muito a história dos dois. Eles eram imaturos e não sabia como lidar com o relacionamento. Nenhum dos dois admitia que se amavam, o orgulho era muito grande.

    A Shírley me surpreendeu com a história, pensei que seria só mais uma casal que se apaixona e briga até se render, mas quando fui descobrindo os segredos macabros que rondava a família de Mário fiquei de boca aberta. Depois disso não consegui parar de ler o livro, cada página que passava descobria mais coisas e a história começava a fazer sentido.

    Além do casal principal temos vários personagens secundários no livro. Os amigos de Mário que são Axel e Elisa que são do primeiro livro da série (Resenha AQUI) , Juliana e Lúcio, Maria e Rodolfo. Esse grupo é maravilhoso e ajuda o casal sempre quando pode. Angelique é a megera da trama, e que megera. A mulher entrou na fila da maldade várias vezes. Desde que ela apareceu na história fiquei com raiva dela e sabia que ela ia aprontar muito com o casal. Henrique é o pai de Mário, um homem muito ocupado e que causou vários traumas na vida do filho. Dona Elza a avó que todos querem, uma mulher sábia que ama o neto e dá muitos conselhos. Pingo um menino de 12 anos muito esperto e que vai ajudar o casal em troca de algum dinheirinho. kkkkkk. Menino esperto esse, vai ajudar bastante Mário a amansar o coração da irmã. A mãe de Amélia é uma mulher sábia que vê o quanto Mário ama sua filha e tenta botar juízo na cabeça dele, já o pai de Amélia é bem interesseiro. Quer que Mário fique com a filha por ele ter dinheiro, um homem viciado em álcool que vai dar trabalho para a família.

    A história é maravilhosa, quando você pensa que tudo está se encaminhando a história dá uma reviravolta que deixa o leitor de queixo caído e faz você querer ler mais e mais. A escritora soube construir os personagens e todo o enredo. E no final deixou a história redonda sem nenhuma ponta solta. Shírley soube inovar a história e trazer um livro perfeito.

    Cada livro que lei tento extrair uma mensagem e esse me mostrou que não devemos esconder os nossos sentimentos, sempre que pudermos devemos falar que amamos nossos amigos e familiares. A vida passa muito rápido e as veze não temos como corrigir o nosso erro. Aprendi como lidar com uma pessoa que tem depressão, não é fácil, mas com esforço e muito amor a doença é vencida.

    A capa do livro mostra o casal, a diagramação está linda e bem elaborada. As folhas são amareladas e a fonte é do tamanho certo para leitura. Houve alguns erros ortográficos mas nada que atrapalhe na leitura. O livro é narrado em terceira pessoa onde podemos ver todos os ângulos da história.

    Super recomendo a todos que amam romances com uma história forte e cheio de reviravoltas. Que via te surpreender do começo ao fim.

    Beijinhos!


    30 comentários :

    1. Olá
      fiquei em dúvida sobre se gostaria de ler essa trama ou não. Esse negócio do casal brigar muito acaba me desanimando um pouco. De qualquer maneira, como boa romântica de plantão, chamou a minha atenção sim e quem sabe eu possa ler em breve. E até achei a capa atrativa.
      beijos, Fer
      www.segredosemlivros.com

      ResponderExcluir
    2. Oi, tudo bem? Então, fiquei bem curiosa com o livro, com a personalidade dos dois, pela doença dele e como ela fi em relação a isso, mas confesso que o fato do casal brigar muito me desanimou a lê a obra. Mas, de qualquer modo, vou anotar a dica, vai que algum dia esteja com vontade de ler algo do tipo, né? kkk

      ResponderExcluir
    3. Oi Su! Muito obrigada pela linda resenha, pelo tempo e carinho empenhado. Estou muito feliz, essa é a primeira resenha deste livro. Por isso agradeço mais uma vez. Beijos!

      ResponderExcluir
    4. Ola Su gosto do fator surpresa que a autora colocou no livro dando novos rumos a história sem eixar ficar somente no clichê, o que me incomoda um pouco são essas brigas ao meu ver desnecessárias dos personagens. Gostei da capa e pretendo ler sim após sua ótima resenha. beijos

      Joyce
      www.livrosencantos.com

      ResponderExcluir
    5. Oi Su.... meus grandes problemas são as séries.... não sou mais a fim... mesmo asssim, achei que o livro tem aquele quê a mais que me chama a atenção: trata-se de um casal interessante, que se conhece se maneira inesperada e que envolve diversas pessoas, vários personagens.... e se a história foge do cliguê como vc diz, isso me deixa bem empolgada em dar uma chance... gostei da capa, bem sexy... e das quotes tbm. beijos e boas leituras

      ResponderExcluir
    6. Oi Suelen, tudo bem?
      Confesso que apesar da sua resenha ressaltar vários pontos positivos dessa história, eu não consegui me sentir atraída por esse livro!
      Eu sinceramente não entendi bem essa coisa do protagonista ter depressão, mas ser um mulherengo e que tem o sonho de ser músico. Eu tenho um conceito diferente de pessoas que tem depressão, já que todas as que conheço não tem forças as vezes de levantar da cama, quanto mais de sair pegando todas...Mas isso é algo que só irei entender caso eu leia o livro.
      Fico feliz que tenha sido uma leitura tão boa pra você, mas acho que não lerei esse livro, pelo menos no momento.

      beijos :*
      http://www.livrosesonhos.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Maiara tudo bem? Eu sou a autora do livro. Sobre a depressão foi exatamente minha intensão desmontar essa visão de que todos que sofrem de depressão, principalmente a distímica só ficam tristes e chorosos. Muitos deles usam uma mascara de alegria, mas nutrem um desprezo enorme por si. Não raramente vivem vida louca,se entregando a vícios e excesso de sexo para se anestesiarem e amenizar a dor que não costumam dividir com ninguém. São pessoas auto destrutivas.Eu conheci alguém assim, foi minha inspiração para o personagem. Por isso achei importante abordar esse tipo de depressão que foge do conhecimento de muitos.
        Abraços!

        Excluir
    7. Olá, Suelen.
      Quando li a sinopse pensei que esse se tratava de apenas mais um romance clichê e previsível, mas fiquei feliz em saber que a autora conseguiu surpreender colocando um pouco de mistério a cerca dos mistérios do passado de Mário.
      É a primeira resenha que leio de um livro da autora e fiquei bem curiosa com sua escrita. Gosto de romances e essa série conseguiu me chamar a atenção. Vou procurar mais sobre ela na Amazon e pensar em adicionar a minha listinha de compras.

      ResponderExcluir
    8. Su tudo bem... sei que já deixei elogios em seu blog... mais lá vai eu de novo... ai que fofura... muito bem organizado e fofo parabéns!!!
      Quanto ao livro.. logo de cara a capa já me chamou a atenção. Em relação a história fiquei maravilhada que ideia incrível a da autora... já estou ansiosa pra ler rs!

      Beijokas!!!

      www.facesdeumacapa.com.br

      ResponderExcluir
    9. Oi, Sulen. Eu ainda não conhecia o livro mas vi alguns pontos nele que me desagradaram e não curti a premissa, mesmo com sua resenha super positiva. Não entra na minha cabeça como alguém sequestra uma enfermeira para ajudar um amigo internado. Acho que o fato dele ter depressão era um dos motivos para brigarem tanto e discordarem de tudo. No geral, a obra me pareceu uma história muito inusitada e que não me atraiu para a leitura.

      ResponderExcluir
    10. Oi Suelen, entendo bem os elogios que você deu ao livro e acredito que ele esteja bem encaixado no seu perfil literário, mas não consigo me interessar por livros assim. A capa já me deixa bem desgostosa em até ler a sinopse e se não fosse a sua resenha, passaria por mim, bem desapercebido.
      MEU AMOR PELOS LIVROS
      Beijos

      ResponderExcluir
    11. Oi Suellen, eu já não sou muito fã de romance e duas coisas que citou me incomodou nesse enredo o primeiro é que independente do motivo dela ser sequestrada foi sequestrada e não vejo razão para se tornar amiga do sequestrador. Até porque convenhamos se o motivo do sequestro era ajudar um amigo que precisava de cuidados médicos porque não levá-lo ao hospital? Achei a justificativa forçada.
      E o personagem típico mulherengo bad boy já cansou acho. Mais do mesmo que tem aos montes por aí.
      Fica para a próxima dica.
      Bj

      ResponderExcluir
    12. Olá Suh (pode chamar assim?),
      Não conhecia o livro, mas achei a premissa bem interessante. Achei muito legal a questão do sequestro por uma coisa boa e também a protagonista fazer o tipo certinha. Acho que a mente dela ficou em conflito quando começou a sentir algo diferente pelo protagonista e gostei disso.
      Adorei sua resenha e ela super me convenceu a ler o livro. Quero para ontem.
      Beijos,
      Um Oceano de Histórias

      ResponderExcluir
    13. Olá,
      O livro me agradou um pouco, mas acho que só vou saber mesmo se vou gostar quando ler a história. Acho que o jeito do Mário também me irritaria e demoraria a me acostumar com isso. Sua resenha ficou ótima e se eu tiver uma oportunidade, pretendo ler.

      http://www.virandoamor.com/

      ResponderExcluir
    14. Hey!
      Pra falar a verdade, essa história não me convenceu, a começar pela capa. Achei a letra muito exagerada e não combina nada com a imagem. A sinopse não é muito atrativa, mas apenas pelo fato que passa a ideia de apenas mais um romance comum. E estranhei o fato de ele ter depressão. Até onde eu sei, tanto por experiência própria, observando e pesquisas, depressão é bem mais intenso do que foi descrito, e ele parece muito "feliz", por assim dizer. Não sei, mas acho que eu teria que ler pra tirar as minhas próprias conclusões. Talvez eu esteja completamente errada.
      Um abraço!

      http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
    15. Oi, Suelen

      Apesar da ótima resenha, não me senti atraída pelo livro. A questão da depressão me causou certa estranheza, eu até vi que a autora respondeu um comentário aqui na postagem tocando no assunto, mas não sei... a situação ainda me parece pouco verossímil.
      E também não consegui enxergar Amélia na modelo da capa. Acho que o problema de se colocar modelos em capa é isso...essa, por exemplo, não comina com a descrição da personagem. Não imagino uma jovem toda certinha e que canta na igreja vestindo uma roupa que mostra a barriga. Não estou dizendo que ela tem que ficar vestida da cabeça aos pés, nem que jovens certinhas e que cantam em igreja não possam ser sexies, mas sei lá, em um primeiro momento a associação da história com a capa não bate.
      Nossa, escrevi demais... enfim, eu não leria o livro, mas fico contente que tenha sido uma experiência bacana pra você. Desejo sucesso para a autora em seus próximos trabalhos.

      Beijos

      ResponderExcluir
    16. Oiii!!!

      Eu não conhecia esse livro, confesso que essa capa não me ganhou não. Maaaaas o enredo é interessante, eu gosto desses tipos de romance principalmente quando são bem trabalhados.
      A resenha tá bem escrita, parabéns!!

      Beijinhos

      ResponderExcluir
    17. Olá!
      Eu não conhecia esse livro e não dava muito por ele julgando por essa capa, viu. Mas eu gostei bastante da premissa. Eu fico feliz de saber que esse não é mais um daqueles livros em que o casal briga eternamente e nada vai para frente. Gosto bastante de livros com reviravoltas, então fiquei curiosa sobre os segredos da família de Mario e dos acontecimentos que vão existir no desenrolar da história.
      Gosto de livros com finais amarradinhos, sem pontas soltas, então esse é mais um ponto positivo que me incentiva a ler essa obra.
      Eu gostei da sua resenha e já anotei a dica!
      Beijos!

      ResponderExcluir
    18. Olá!! :)

      EU não conhecia este livro e talvez não me interesse muito, já que não e do meu género literário, confesso... :)

      Mas fico comtente que tenahs gostado dele, bem como a capa e a diagramação! Gostei dessa mensagem que retiraste mas realmente nem sempre e fácil, isso depende da personalidade! :) ahah Ah! E adoro livros com reviravoltas também! :)

      Boas leituras!! ;)
      no-conforto-dos-livros.webnode.com

      ResponderExcluir
    19. Oi Suelen,

      Particularmente, não me interessei pela história, porque tenho um pouco de preguiça de casais que discordam de tudo. A capa não me chamou muito a atenção. Mas fico feliz gostou da história e que foi prazerosa para você. Parabéns pela resenha. :)


      beijo!

      ResponderExcluir
    20. Oi!
      Mesmo a história parecendo um tanto clichê, achei incrível o fato da autora colocar esses mistérios envolvendo a família do mocinho, e assim prender o leitor de vez na história.
      O livro parece muito bacana, e como eu adoro um casal gato e rato, tenho certeza que iria amar o livro

      ResponderExcluir
    21. Que história maravilhosa!!!

      Fazia um tempo que encontrei um livro sobre músicos, acho que o último foi Se eu ficar. A história parece envolvente, fazendo o leitor querer absorver todos os momentos dos personagens, estou certa? rs

      A resenha ficou muito boa, parabéns!


      Beijinhos ;*
      Jessica Correa
      www.blogmodernagem.com.br

      ResponderExcluir
    22. Olá!
      Não conhecia esse livro, mas me chamou bastante a atenção por eles não serem aquele casal que concorda com tudo, eu gosto de ver essas brigas que acontecem porque isso demonstra personalidade dos personagens. Quero ver se ele consegue realizar o sonho de fazer a banda e como vai lidar com essa depressão.
      Beijos.
      arsenaldeideiasblog.wordpress.com

      ResponderExcluir
    23. Oi Suelen, imagino que deva ser bem difícil tratar de uma pessoa com depressão, e confesso que como nunca li nenhum livro com o tema, este me chamou atenção por conta disso. Faz você muito bem em sempre tirar algo para sua vida dos livros que lê. Sempre tento fazer isso também.
      Bjs!

      ResponderExcluir
    24. Não quero nem saber desses segredos macabros da família do Mário... Só de ouvir falar em macabro eu corro... Rs... Esse casal brigando tanto ia acabar me incomodando e eu ia querer matar esse pai alcoólatra, então desconfio que não seja leitura para mim. Mas que bom que gostou tanto da leitura e que o livro acabou te passando uma mensagem tão legal.

      ResponderExcluir
    25. Olá!

      Nossa, fiquei em fôlego só de ler sua resenha. Quando comecei a ler imaginei que se trataria de mais uma história de tapas e beijos, mas pelos seus cometários percebi que se trata de algo a mais.
      Fiquei super curiosa para descobrir quais são esses segredos que cercam Mário e já sinto que irei me compadecer dele, e me apaixonar por ele também. hahahaha'

      Obrigada pela dica. Sua resenha está incrível, adorei!
      Ingrid Cristina
      Plataforma 9 3/4

      ResponderExcluir
    26. Oi, tudo bem?
      Eu não conhecia o livro e confesso que essa capa me deu uma ideia de uma história bem diferente, mas lendo sua resenha fui ficando animada. Os personagens parecem ser bacanas, até mesmo Mário, embora o casal seja imaturo e orgulhoso. Alem disso, fiquei aqui curiosa para saber sobre os segredos macabros da família de Mário. Enfim, parece ser uma boa leitura, vou marcar a dica.


      Beijos :*

      ResponderExcluir
    27. Oi Su
      Confesso que achei a trama meio estranha. O início me pareceu bizarro demais e por mais que você tenha derramado elogios e mostrado outros aspectos da obra, fiquei com um pé atrás. Mesmo assim anotei a dica para, quem sabe, ler em outra oportunidade.
      Beijinhos
      Rizia - Livroterapias

      ResponderExcluir
    28. Comecei a ler a sua resenha com a sensação de que não iria querer colocar o livro na lista de leituras... Essa coisa de sequestro e depois virar amiga e tal não fez muito a minha cabeça. Aí você comenta que o orgulho prevalece muito entre os dois e que cada um quer uma coisa que o outro não quer e aí pensei... é esse não é um livro para mim.
      Mas... Como tudo pode mudar e não devemos ficar só na primeira impressão... Quando você contou sobre os segredos e os motivos por tras de algumas coisas me deixou super curiosa e querendo saber o que e quais são. E depois tem o fato de ter mais personagens que tem seu toque importante na história... No fim, acabei ficando na maior vontade de ler o livro :)
      Beijinhos,
      Lica
      Amores e Livros

      ResponderExcluir
    29. Olá, tudo bom?

      Essa capa, confesso, não me chamou muito a atenção por já tê-la visto em outros livros, mas a sinopse me deixou curiosa. Porém, depois de ler sua resenha vou pensar seriamente se lerei a obra já que odeio os personagens teimosos e orgulhosos, sabe? Daqueles que ficam o livro inteiro sabendo que amam um ao outro e, mesmo assim, não dão o braço a torcer. Prefiro os casais que sabem o que querem e correm atrás, todavia é algo externo abala a relação.

      Entretanto, fiquei curiosa para saber sobre a história de Mário. Enfim, ótima resenha! Obrigada pela dica ;)

      Beijos.

      http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir

    Olá! Comente sobre o post acima :)
    Estou muito grata por você visitar o Era uma vez o... Livro
    Volte sempre! :D