• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Entrevistas
  • /
  • Desafio
  • /
  • Contato
  • [RESENHA] O Amor Em Primeiro Lugar de Emily Giffin

    Resenha por: Suelen Fernandes
    Título: O Amor Em Primeiro Lugar
    Autor(a): Emily Giffin
    Editora: Novo Conceito
    Gênero: Ficção / Romance / Drama
    Páginas: 352
    Ano: 2016
    Compare e Compre: Buscapé | Amazon
    Adicione: Skoob
    Nota
    Sinopse: Uma tragédia familiar muda tudo na vida das irmãs Josie e Meredith. A tristeza torna-se algo recorrente, mas elas fazem de tudo para seguir em frente. E seguem... Quinze anos mais tarde, Josie e Meredith não têm um relacionamento harmonioso. As diferenças de personalidade delas, que já existiam antes da tragédia, estão ainda mais acentuadas. Elas se veem com frequência, mas não se entendem. Uma vida marcada pela tristeza velada e por segredos que as afastam cada vez mais. Será que Josie e Meredith vão conseguir se libertar de seus medos e se abrir para o novo? Será que, finalmente, elas conseguirão seguir em frente de verdade? “O Amor em Primeiro Lugar” é uma fascinante história sobre família, amizade e a coragem de seguir o próprio coração.
    *OBS: Resenha originalmente postado no blog Doces Letras.

    Josie e Meredith são duas irmãs que sofreram uma tragédia e depois dela nunca mais foram as mesmas. Depois de 15 anos e já chegando perto dos 40 elas veem que suas vidas não estão do jeito que elas queriam e que devem tomar uma decisão.

    Josie é professora da primeira série e ama crianças. O sonho dela era se casar e ter filhos, mas aos 37 anos ela ainda não conseguiu nenhum dos dois. Ela teve um relacionamento com o Will que não acabou muito bem. Ela mora com o seu colega Gabe e tem uma vida social bem movimentada.

    Meredith é uma advogada, casada com Nolan e tem uma filhar chamada Harper. Quando era mais nova ela queria ser atriz, mas desistiu depois de ter o seu coração partido. Ela não se sente feliz no casamento e acha que só aceitou se casar com Nolan porque tinha perdido o seu irmão e Nolan era o melhor amigo dele. Ela não sabe se é apaixonada por ele e se quer continuar casada.


    Daniel era o irmão mais velho de Meredith e Josie. Ele era o prodígio da família. Estava cursando a faculdade de medicina e queria ser cirurgião. Faltando poucos dias para o Natal ele sofre um acidente de carro e acaba falecendo. Depois dessa tragédia a família desmoronou. Os pais acabaram se separando e as irmãs que já se estranhavam desde a adolescência passou a quase se odiarem.

    O livro vai tratar de como uma tragédia pode mudar a vida de uma pessoa. Existem várias formas de lidar com a dor e vamos ver que cada irmã vai lidar de forma diferente. Meredith faz tudo pensando em como Daniel faria, ela tenta agradar a toda a família e deixa de fazer o que gosta para não decepcionar os pais. Ela se casa com o melhor amigo do irmão, porque acha que Daniel iria gostar, ela larga a faculdade de artes e se torna advogada para agradar os pais e com isso sua vida vai ficando monótona e vazia. No caso dessa personagem a autora quis abordar assuntos como o casamento, a maternidade, as aparências, a individualidade e o amor próprio.

    Sei que o conselho dela é sólido, mas no fundo, também sei que nossas situações são bem diferentes. Ela passou por um obstáculo na estrada, enquanto eu estou numa estrada que nunca deveria ter pegado. Ela mentiu para Andy no casamento, enquanto todo o meu casamento parece uma mentira às vezes.

    Josie é solteira e tenta achar um relacionamento através de sites. Ela teve um relacionamento sério, mas ele terminou porque ela não conseguiu se abrir para o seu noivo. Isso sempre a atrapalhou, pois Josie tem um segredo que guarda a 15 anos e somente o seu amigo Gabe sabe sobre ele. Ela não quer continuar solteirona e está sempre em busca de um amor. Ela resolve partir para maternidade e sai à procura de um doador de espermas. Josie decide fazer uma inseminação artificial e mudar a sua vida de vez. Vemos toda a luta dela e como essa procura é cansativa, desgastante e nem sempre muito aceita pelas pessoas que estão a sua volta. No caso da personagem a autora quis abordar assuntos como mãe solteira, segredos que atrapalham a vida do ser humano e como ele pode nos deixar isolada do mundo.

    Sempre que digo "senhorita Josei!" penso que pareço uma stripper - emprego que cheguei a cogitar num verão na faculdade porque stripper ganha muito mais que garçonete. E professora, para falar a verdade. Tenho um cachorro e minha irmã Meredith. Ela me deixa louca e eu a evitaria completamente se não fosse por minha sobrinha Harper. Tinha um irmão mais velho, mas ele morreu num acidente de corro há muito tempo, algo sobre o que não quero falar, sobre tudo aos meus alunos.

    O livro é bem intenso e recheado de drama. Vemos como a vida das duas irmãs vai evoluindo conforme elas superam a morte do irmão querido. Eu me identifiquei muito com a Meredith pois teve um tempo que passei o mesmo dilema que ela e as mesmas perguntas que ela fazia eu me fiz e amei a forma como a autora conseguiu resolver a situação dela. A autora quis ser mais realista possível e isso tornou a personagem mais crível. Já Josie me pegou por ser uma pessoa para cima, mesmo com os seus segredos, e como ela é forte por enfrentar os preconceitos e buscar o seu sonho seja da forma que for.

    Agora sei que você não pode controlar a vida, por mais que tente. Que inevitavelmente as pessoas vão embora e nos decepcionam [...]. Mas existe uma coisa mais constante, algo que sempre se pode contar: não só o amor vem em primeiro lugar como, no final das contas, é a única coisa que permanece.

    A capa do livro é linda e bem no estilo das capas dos outros livros da autora. A diagramação é simples. Os capítulos são intercalados entre as duas irmãs. As folhas são amareladas e a fonte ótima para leitura. A revisão está muito boa. A editora trabalhou muito bem na edição.

    Recomendo esse livro a todos que amam histórias recheadas de drama, amor, amizade e família.


    14 comentários :

    1. Oi,
      A capa do livro é mesmo muito bonita.
      Parece ser uma história carregada de tensão.
      Gostei muito da sua resenha e fiquei aqui querendo muito ler o livro para saber como será o desfecho da história dessas duas irmãs.
      Abrçs

      ResponderExcluir
    2. Oi, Suh!
      As capas dos livros dessa autora sempre me chamam a atenção e com "O Amor Em Primeiro Lugar" não foi diferente. Nunca li nada dela, mas curto bastante livros de drama. Além de que a questão da perda é algo que pode fazer parte da vida de qualquer pessoa a qualquer momento.
      Adorei a resenha!

      ResponderExcluir
    3. Olá.
      Nossa essa capa me lembrou o livro questões do coração, muito parecida.
      Li apenas um livro da autora, e não foi um enredo envolvente, por conta disso não me animo com os romances da Emily. E como esse livro traz muito drama e sofrimento envolvendo perda, por mais que a trama seja realista e intensa, esse não é meu momento para leitura. Mas sua resenha está ótima.

      Beijos

      ResponderExcluir
    4. Olá!
      Amo os livros Emily Giffin, são romances tão lindos e que nos fazem esvaziar de tanto chorar, e também refletir.
      Ainda não li este, mas me interessei muito por se tratar de uma estória de superação, de diferenças.

      ResponderExcluir
    5. Olá!
      Já conheço a escrita de Emily Giffin, acho uma boa saída para quem gosta de leitura apenas como entretenimento. Infelizmente, O Amor Em Primeiro Lugar não tive oportunidade de ler, pois gostei de saber a idade de Josie e Meredith, personagens mais maduras.

      ResponderExcluir
    6. Oi Suh!

      Pela sua resenha o livro é bem recheado de drama. As vezes eu gosto de histórias assim porque a evolução e o amadurecimento dos personagens são muito boa. Eu tenho 5 livros da autora e com certeza esse vai entrar para lista para adquirir para coleção.

      Bjos

      ResponderExcluir
    7. Oi Suh, ainda não li esse da autora, mas já conheço alguns de seus livros e te entendo quando fala do drama, realmente a autora sabe como nos deixar na bad depois hahaha

      Bjs

      ResponderExcluir
    8. Oie! Tudo bem?

      Esse livro ainda não conhecia da autora, tenho dois dela aqui em casa, mas ainda não realizei a leitura deles, espero conferir em breve a escrita da autora e quem sabe já colocar esse titulo na lista de desejados!

      Bjss

      ResponderExcluir
    9. Oiee Suelen ^^
      A premissa até que me chamou a atenção, apesar de eu não gostar muito de histórias com personagens "mais velhos", por assim dizer. Mas eu não consigo nem pensar em ler outra coisa da Emily. Li dois livros dela, e ambos entraram para a lista dos piores que eu já li na vida, então mesmo sentindo curiosidade de conhecer outras obras suas, receio que o mesmo vá acontecer com elas :/
      MilkMilks ♥

      ResponderExcluir
    10. Apaixonado pela capa e encantado com seus comentários sobre a leitura. Aparenta ser um livro muito bom e tive vontade de lê-lo.

      ResponderExcluir
    11. Oi Suh cada vez mais linda! Adorei conhecer o enredo e verdade com traumas causados por tragédias cada um reage de um jeito, acho isso incrível no ser humano. Agora, se anular como a Meredith... pelo amor!!! Lendo sua resenha já fiquei assim com ela e já fiquei com vontade chacoalhar a mulher já no início do livro. A Josie é das minhas. (risos)
      Gostei de saber como a autora aborda temas tão importantes na sociedade e tenho certeza que muitas pessoas que lerem o livro se identificarão com pelo menos um dos personagens.

      Bjo
      Tânia Bueno
      Faces da Leitura

      ResponderExcluir
    12. Oi!
      Ainda não tive a oportunidade de ler um livro da autora, apesar de a temática sempre me atrair bastante e achar as capas divinas. Adorei saber que os capítulos são intercalados entre as irmãs. Dica anotada!

      Beijos

      ResponderExcluir
    13. Oi Suelen,

      Acredita que nunca li um livro da Emily? Engraçado pq eu leio as sinopses, resenhas e adoro, acho as capas lindas, mas nao sei pq nunca li um livro dela. Preciso corrigir isso! Inclusive esse aí eu acho que até tenho aqui na minha estante, vou dar uma olhada. Me interessei pela leitura, boa resenha! bjs
      Jo Scarreiro

      ResponderExcluir
    14. Oi, Suelen!
      Já li alguns livros da Emily e gosto da escrita dela e de sua forma de narrar histórias. Ainda não li esse, mas a premissa me deixou bem curiosa. Já anotei a dica para ler assim que der.

      Beijos,

      Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

      ResponderExcluir

    Olá! Comente sobre o post acima :)
    Estou muito grata por você visitar o Era uma vez o... Livro
    Volte sempre! :D