• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Entrevistas
  • /
  • Desafio
  • /
  • Contato
  • [RESENHA] Dois a Dois de Nicholas Sparks

    Resenha por: Suelen Fernandes
    Título: Dois a Dois
    Autor(a): Nicholas Sparks
    Editora: Arqueiro
    Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance
    Páginas: 512
    Ano: 2017
    Compare e Compre: Buscapé
    Adicione: Skoob
    Nota
    Sinopse: Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos.
    Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções.
    Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado.
    Em Dois a dois, Nicholas Sparks conta a história de um homem que precisa se redescobrir e buscar qualidades que nem desconfiava possuir para lutar pelo que é mais importante na vida: aqueles que amamos.

    Russel tem uma família linda, ama a sua esposa, tem pais ótimos, uma irmã muito sábia e corajosa. Ele sempre quis ter uma família feliz e por isso faz de tudo para que não falte nada dentro de casa. Após sua esposa dar à luz a London, Vivian, decide largar o emprego e cuidar da filha e por isso a renda do casal caia drasticamente. Ele por sua vez passa a trabalhar muito mais para suprir as despesas, sua esposa não vê que gasta demais com coisas fúteis e vive a vida como se a renda do casal fosse a mesma de quando ela trabalhava. Mas Russel não vê problema nisso ele quer somente agradar a esposa.

    Só que Russel tem um sonho de ter a sua própria empresa e depois de pensar muito resolve largar o emprego e abrir a tão sonhada Agência Fenix. Passado um tempo as coisas começam a apertar, pois Russel não consegue nenhum cliente e por isso Vivian decide voltar a trabalhar. A princípio seria um emprego de meio período, mas Vivian acaba indo trabalhar como assessora de um dos homens mais ricos da sua cidade e nada confiável. Russel não gosta disso, mas para não contrariar a esposa aceita. A partir daí Vivian muda completamente, começa a viajar e ficar muitos dias fora e a deixar London, a filha do casal, aos cuidados do pai. Agora Russel tem que dividir o seu tempo entre trabalho, filha e casa.

    (...) A força de ser quem é sem medo da rejeição dos outros era um traço que eu respeitava, antes de tudo por ser algo que almejava para mim mesmo.

    Amei Russel logo de cara. Um homem bom, família e dedicado a dar uma vida melhor para a filha e sua esposa. No começo o achei meio maluquinho, mas com um ar ingênuo. Ele é romântico e sempre quer fazer a esposa e a filha feliz. Russel está satisfeito com a vida que tem e achava que isso também bastava para sua esposa, mas com o decorrer da história ele viu que não era bem assim.

    (...) Quando você começa a tentar entender o que deu errado ou, mais especificamente, onde você errou, é mais ou menos como descascar cebola. Há sempre outra camada, outro erro do passado ou uma lembrança dolorosa que surge e então conduz ainda mais para o passado, e ainda mais, em busca da verdade definitiva. Cheguei ao ponto em que parei de tentar entender: agora, a única coisa que de fato importa é aprender o suficiente para evitar repetir os mesmos erros.

    Uma das personagens que mais odeia foi Vivian, que mulher mais ridícula. Ela nunca estava satisfeita com o que o marido fazia, não dava apoio a nada do que ele queria fazer e sempre o criticava. Ela sempre o fazia se sentir culpado e usava de chantagem emocional para manipulá-lo. Não hesitou lagar a filha e o marido para ficar com o chefe e ainda fez Russel se sentir fracassado pelo casamento não ter dado certo. Teve horas que me deu vontade de entrar no livro e dar umas bofetadas nela.

    Claro que Russel não passou por esse momento sozinho, teve seus pais ao seu lado, sua irmã e Emily. Sua ex-namorada Emily volta aparecer na vida dele e lhe dá a maior força com seus conselhos sábios, sua amizade e paciência. Ela sim me fez amá-la de cara, Emily era a mulher certa para Russel e ele precisava enxergar isso.


    Sparks começou a história de forma leve e digo até que engraçada, mas conforme a história vai desenrolando vemos que o livro é muito mais complexo e cheio de mensagens reflexivas. Fiquei pasma como a vida de Russel foi desmoronando, a cada capítulo ficava pior e ele tinha que lidar com mais problemas. Ser um pai solteiro não é fácil e ter que lidar com uma filha pequena, uma empresa que não vingou e o fim de um casamento é muito difícil. E nós leitores nos vemos apoiando Russel e querendo muito que a vida dele melhore.

    Confesso que no começo achei a história um pouco cansativa e não conseguia ler muitas páginas. Eram muito detalhes e mensagens para ser absorvidas e isso fez com que demorasse mais para ler o livro. Mas depois que a história entrou no eixo me vi desesperada para saber como a vida de Russel iria terminar. Ele conseguiria reconstruí-la ou ficaria preso ao passado e sofrendo pelo abandono da esposa?

    Nesse livro nós acompanhamos como um acontecimento pode mudar a vida de várias pessoas. Vimos como a vida de Russel mudou e que foi o amor pela filha que o fez superar todos os obstáculos. Ver como eles se entendiam bem e que tinham uma conexão muito forte era muito lindo e emociona qualquer leitor. Ver como London entendia o pai e o amava incondicionalmente foi impactante.

    A capa do livro é linda e foca no que realmente importa no livro que é o amor do pai para uma filha. A história é narrada pela visão de Russel. As páginas são amareladas e a fonte do tamanho ótimo para leitura. A diagramação é simples e a revisão está impecável. Dou os parabéns a Editora Arqueiro pela bela edição.

    Recomendo esse livro a todos que amam histórias emocionantes, que falam de família, amor, amizade, perdas, superação e recomeço.


    0 comentários :

    Postar um comentário

    Olá! Comente sobre o post acima :)
    Estou muito grata por você visitar o Era uma vez o... Livro
    Volte sempre! :D