• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Entrevistas
  • /
  • Desafio
  • /
  • Contato
  • [RESENHA] Pegando Fogo - Rosemary Beach #13 de Abbi Glines

    Resenha por: Suelen Fernandes
    Título: Pegando Fogo
    Autor(a): Abbi Glines
    Editora: Arqueiro
    Gênero: Literatura Estrangeira / Romance
    Páginas: 224
    Ano: 2017
    Compare e Compre: Buscapé | Amazon
    Adicione: Skoob
    Nota
    Sinopse: Nan Dillon, a bad girl de Rosemary Beach, é uma garota imatura e egoísta que não tem outra preocupação na vida a não ser manter o corpinho perfeito. Só que Nan está longe de ser feliz: nunca teve o amor dos pais, o irmão adorado não tem mais tempo para ela, e Grant, o único homem de quem gostou de verdade, resolveu trocá-la pela meia-irmã dela.
    Então, quando Major Colt a convida para sair, ela não pensa duas vezes. Apesar de saber que esse texano charmoso e de fala mansa não quer nada sério, ficar com ele é melhor do que estar com as colegas fúteis ou passar as noites sozinha vendo televisão.
    Mas logo Nan fica farta do comportamento descompromissado de Major e, depois que ele a deixa plantada em casa mais uma vez, decide ir a Las Vegas para um fim de semana sem regras e sem limites. Lá, conhece Gannon, um empresário sedutor e perigoso que sempre diz exatamente o que ela quer ouvir.

    Quando Major vai atrás dela implorar por uma segunda chance e Gannon mostra que não é tão perfeito quanto ela pensava, Nan tem que decidir a quem entregar seu coração. O que ela não percebe é que os dois têm uma estratégia de longo prazo para ela - e já estão várias jogadas à sua frente.

    Nan é conhecida como a irmã megera, todos que estão a sua volta a detestam ou a ignoram, a única pessoa que a ama é seu irmão Rush. Ela é egoísta e só pensa nas aparências, mas ninguém sabe que por baixo de toda essa arrogância tem uma mulher infeliz, insegura e que quer ser amada. Depois de ver Grant, um homem que ela gostava, casar-se com sua meia-irmã, Nan se viu sem esperanças para uma vida de amor e carinho, até Major a convidar para sair.

    Major é um cara lindo que ama as mulheres e que sai com todas que vê pela frente. Ele tem um trabalho perigoso e super secreto. Sua missão é fazer com que Nan se apaixone por ele e que consiga tirar algumas informações dela. O que ele não contava é que iria gostar de Nan e até talvez pensar em ter um relacionamento com ela. Mas por causa do seu jeito mulherengo ele acaba colocando tudo a perder e Nan perde o interesse por ele.

    A gentileza de Major estava me conquistando, embora eu soubesse que não passava de mais uma garota para ele.

    Desiludida pelo Major, Nan vai para Las Vegas e lá conhece um homem chamado Gannon. Ela nunca viu um homem tão rude, grande e insuportavelmente sexy. Logo de cara Nan se vê atraída e passa a nutrir sentimentos por esse brutamontes, mas nem tudo é tão perfeito como parece e uma grande confusão vai se formar nessa história.

    Então ele começou a andar. Na minha direção. Eu era o seu alvo. Fiquei ali parada, sem conseguir pensar, como se tivesse sido chamada, e minha respiração ficou irregular. Quase como se eu não pudesse respirar.

    Confesso que quando peguei para ler o livro já fui com sete pedras na mão. Sempre detestei Nan e não esperava uma redenção para essa mulher. A história começa de forma morna e aos poucos vai ganhando força. De página em página vamos descobrindo um pouco mais da personagem e vendo que sim ela é humana. Passamos a entender um pouco da sua arrogância e até torcer por um final feliz.

    Eu queria ser a Harlow de alguém. Ou a Blair.
    Mas eu sempre seria a Nan. E ela não bastava. Nunca havia bastado, e definitivamente não ia mais tentar bastar.

    Nesse livro a autora quis pregar uma peça nos leitores, porque tudo indicava que não ficaria com um dos personagens, mas eu ia lendo e algumas coisas não se encaixavam e eu ficava me perguntando como isso iria acabar, mas houve uma bela reviravolta e tudo que estava confuso ficou claro e nitidamente os leitores puderam perceber onde tudo iria acabar.

    Para mim o melhor personagem desse livro foi Gannon, me apaixonei por ele logo de cara e mesmo ele parecendo mandão, vemos como ele é generoso, carinhoso e super protetor. Ele corre atrás do que quer e não aceita o não como reposta. Ele é um excelente investigador e sempre estava um passo à frente de todos.


    Vou confessar a vocês que não acabei a história morrendo de amores pela Nan, mas fiquei satisfeita com o seu final e pude ver que até as megeras podem ter um final feliz. No caso de Nan ela precisou de um homem com pulso firme e que botasse ordem na casa.

    A capa está linda e bem ao estilo da protagonista. A diagramação é simples. As folhas são amareladas. A fonte do tamanho ótimo para leitura. A história é narrada na visão de Nan, Major e Gannon.

    Recomendo esse livro a todos que acompanham a série Rosemary Beach e que amam ver os vilões se rendendo ao amor.



    0 comentários :

    Postar um comentário

    Olá! Comente sobre o post acima :)
    Estou muito grata por você visitar o Era uma vez o... Livro
    Volte sempre! :D