• Home
  • /
  • Sobre
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Parceiros
  • /
  • Entrevistas
  • /
  • Desafio
  • /
  • Contato
  • [RESENHA] Como Agarrar Uma Herdeira - Agentes da Coroa #1 de Julia Quinn

    Resenha por: Suelen Fernandes
    Título: Como Agarrar Uma Herdeira
    Autor(a): Julia Quinn
    Editora: Arqueiro
    Gênero: Literatura Estrangeira / Romance de Época
    Páginas: 304
    Ano: 2017
    Compare e Compre: Buscapé
    Adicione: Skoob
    Nota
    Sinopse: Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
    Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
    A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente.

    Caroline Trent está perto de completar 21 anos e isso é uma data muito importante em sua vida, assim que ela completar esse aniversário será livre para receber a sua herança e não terá que aturar o seu tutor. Desde que seus pais morreram ela já teve vários tutores e nenhum a tratou com carinho, sempre a tratavam com desprezo ou como empregada, Caroline não ligava de ajudar com os afazeres de casa, mas o que a entristecia era não receber amor por parte dos tutores e suas famílias.

    Após quase ter sido violentada pelo filho do seu tutor Caroline decidiu fugir da casa de Oliver e se esconder até completar os seus 21 anos que seria em 6 semanas. Ela estava na estrada se escondendo e tentando chegar a outra cidade quando é abordada por um homem que a chama de Carlotta de Leon. Caroline é confundida com uma espiã e é sequestrada por Blake Ravenscroft, ela vê nessa situação uma forma de se esconder de Oliver e não desmente as acusações de Blake.


    Por dias Caroline é tratada como criminosa e privada de comida e água, mas ela não esquenta para essa situação. Seu sequestrador podia parecer perigoso, mas era um agente do governo e só queria descobrir informações. Só que seu disfarce é desmascarado quando o marquês Riverdale chega à casa de Blake e o informa que a mulher em questão não é Carlotta de Leon. Caroline terá que se explicar e contar com a sorte para que Blake a deixe ficar na sua casa pelas próximas semanas.

    Esse é o primeiro livro da duologia Agentes da Coroa e foi um dos primeiros livros publicados pela autora, eu já li alguns livros dela e posso dizer que esse é o mais fluído de todos. Amo as histórias dela, mas sempre que leio demoro um pouco por se tratar de outra época e pelos livros terem muitos detalhes, mas esse eu li em dois dias.

    Blake é um agente que teve seu coração partido ao perder a sua noiva, sua meta de vida é se vingar de quem a matou e ele jurou nunca mais casar. Blake sempre se sentiu culpado pela morte dela e por isso não consegue ter sentimentos por nenhuma outra mulher. Como é um solteirão ele não aceita opiniões e nem admite ser contrariado, Blake é um típico rabugento, mas é isso que dá graça ao personagem, vê ele ficar nervoso com as peripécias de Caroline é fantástico.

    – Não se coloque em perigo de novo. Se algo lhe acontecer, eu… eu não conseguiria suportar, Caroline.

    Já Caroline é uma mulher forte, determinada e que já sofreu muito na vida. Mas isso não tirou as esperanças de ter uma família e um dia ser feliz. Nós vemos uma pureza e inocência, mas ao mesmo tempo ela é inteligente e astuta, uma combinação perfeita.

    – Já percebeu que ele gosta de me chamar de Srta. Trent quando está irritado comigo?
    – Caroline.
    – É claro – acrescentou ela, animada – que quando ele está muito furioso, volta a me chamar de Caroline. Blake provavelmente acha difícil demais grunhir meu nome completo.

    A capa desse livro é muito bonita e combina perfeitamente com a história. A diagramação está simples e muito bem elaborada. As folhas são amarelas. A fonte no tamanho ótimo para leitura. A revisão está perfeita. A história é narrada em terceira pessoa. Cada capítulo começa explicando o significado de uma palavra já que Caroline tem um dicionário particular.

    O livro é uma mistura de cenas engraçadas com aventura. Em certos momentos nos pegamos rindo de cenas hilárias e em outros ficamos apreensivos com as investigações de Blake e James. Essa história é perfeita para quem gosta de romances, com dramas, cenários históricos e um toque de espionagem. 


    0 comentários :

    Postar um comentário

    Olá! Comente sobre o post acima :)
    Estou muito grata por você visitar o Era uma vez o... Livro
    Volte sempre! :D